segunda-feira, 11 de maio de 2015

...Entender...

Imóvel sobre uma colina vejo o vento passar
Ondulações sob o manto verde
Formas esbranquiçadas ao céu
O ouro nascente posto no horizonte
Suspiro divino que inspira e expira esta alegria do viver
Pois hoje aprendi, sou rocha, imóvel perante a dor, paciente em busca da sabedoria
Sou grama, verde festejam-te em mais um dia de crescimento
Eterna nuvem transformando formas em arte me tornou
Num calmo ir e vim de acordo com a maré
De acordo com o renascer do sol

Nenhum comentário :