segunda-feira, 3 de agosto de 2015

...O Fantasma da Ópera...

Uma sombra, um anjo, uma voz na escuridão
Ouço este sussurro em meu coração
Esta voz de gelar a alma convida-me a um sonho
Será que é só um sonho?
Um doce sonho?
Ou um fantasma que canta melodias de morte?
Enfrente a este espelho vejo tua face
Um espirito que canta
A alma da musica que ressoa em mim
Seguindo o sopro gélido vejo-me enfeitiçado
De mente e alma arrebatados apenas enxergo a máscara
Apenas canto
E em um encanto me perco em sua voz

Nesta fantasia em minha mente

Nenhum comentário :