terça-feira, 25 de dezembro de 2018

...Agradecimentos sinceros...

Para o encerramento da Exposição Virtual de 2018, faremos uma pequena homenagem à Rita de Cássia, uma incrível mulher que fez do seu sonho construir os sonhos de tantos guerreiros. À este anjo, nossos sinceros agradecimentos.





-Thiago-

O futuro para alguns está em atravessar a escuridão, e por tantas vezes era a única possibilidade, o único caminho a seguir.
A Rita apareceu para mim como um anjo, que trazia consigo esperança em um futuro.
Em suas palavras sábias, pouco a pouco guiava a arte, mais que a arte que podia pintar, mais que a arte que podia enxergar, a arte de superar, pois por mais que achasse saber tanto, ainda não sabia.
Repetia-me tantas vezes, que o futuro viria da batalha, que eu poderia conquistar, que iria vencer.
O tempo se passou e vi que não era apenas eu, tantos e tantos eram conduzidos por este coração que mais que uma profissão, possibilitava que pudéssemos contar, acreditar, saber.
Assim, nossa querida professora nos mostrava o mundo e um caminho. Logo, o sonho se realizou e me vi útil, e ainda assim um aprendiz.
Aprender se tornou um prazer. Entre lagos e cachoeiras, céu, terra e mar, as cores de uma simples rosa, a tonalidade de uma grande montanha.
A Rita apareceu para mim como um anjo, ensinando-me a criar, entre tantas cores, meu futuro.
E este é meu pequeno obrigado, pois encontrei alguém que me olhava como igual e sabia da minha capacidade de lutar e vencer, mesmo quando eu não acreditava em mim.
Obrigado por me ajudar a criar este sonho, a vencer mais esta batalha, a demonstrar que o impossível não é nada além de criar, através das cores e do amar, o que faço.
Obrigado minha professorinha, Rita de Cassia Camara Canto.

-Carlos Fraga, Kazê-

Rita é uma daquelas pessoas, que mesmo que você acabe de conhecer, tem certeza que encontrou um anjo, uma amiga para sempre.

Eu a conheci através de um amigo, que me indicou como professora de pintura. Não tinha só uma professora, uma amiga, uma mãe, que além de me dar aulas, me dava conselhos para a vida.
Me dava broncas merecidas, quando achava que eu merecia.
O que achava um barato, é que quase sempre que vinha me dar aula, fazia alguma comidinha gostosa para gente, ou doce ou salgada, mas sempre com muito carinho.
Normalmente chegava na minha casa umas 7 horas da noite, vindo de vários outros lugares, alunos, e mesmo assim sem pressa de sair.
Dava aula para várias pessoas que não podiam pagar e, sem cobrar nada, sem se importar com a distância, quantos ônibus tem que pegar, apenas com o objetivo de ajudar.
Tem muitos problemas pessoais, mas jamais deixou de ser essa pessoa maravilhosa,  sempre pensando muito mais no próximo do que nela.
Agradeço a Deus por ter me dado a oportunidade de conhecê-la, de ser seu amigo!


2 comentários :

luci machado disse...

Tenho MT orgulho de conhecer essa guerreira, q realmente se preocupa com o próximo. Dentro dela tem um coração gigante. Rita de Cássia exemplo de mulher.

Thiago Ribeiro Santos disse...

Ela é muito especial para todos nós.