Mostrando postagens com marcador Exposição Virtual. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Exposição Virtual. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 25 de dezembro de 2018

...Agradecimentos sinceros...

Para o encerramento da Exposição Virtual de 2018, faremos uma pequena homenagem à Rita de Cássia, uma incrível mulher que fez do seu sonho construir os sonhos de tantos guerreiros. À este anjo, nossos sinceros agradecimentos.





-Thiago-

O futuro para alguns está em atravessar a escuridão, e por tantas vezes era a única possibilidade, o único caminho a seguir.
A Rita apareceu para mim como um anjo, que trazia consigo esperança em um futuro.
Em suas palavras sábias, pouco a pouco guiava a arte, mais que a arte que podia pintar, mais que a arte que podia enxergar, a arte de superar, pois por mais que achasse saber tanto, ainda não sabia.
Repetia-me tantas vezes, que o futuro viria da batalha, que eu poderia conquistar, que iria vencer.
O tempo se passou e vi que não era apenas eu, tantos e tantos eram conduzidos por este coração que mais que uma profissão, possibilitava que pudéssemos contar, acreditar, saber.
Assim, nossa querida professora nos mostrava o mundo e um caminho. Logo, o sonho se realizou e me vi útil, e ainda assim um aprendiz.
Aprender se tornou um prazer. Entre lagos e cachoeiras, céu, terra e mar, as cores de uma simples rosa, a tonalidade de uma grande montanha.
A Rita apareceu para mim como um anjo, ensinando-me a criar, entre tantas cores, meu futuro.
E este é meu pequeno obrigado, pois encontrei alguém que me olhava como igual e sabia da minha capacidade de lutar e vencer, mesmo quando eu não acreditava em mim.
Obrigado por me ajudar a criar este sonho, a vencer mais esta batalha, a demonstrar que o impossível não é nada além de criar, através das cores e do amar, o que faço.
Obrigado minha professorinha, Rita de Cassia Camara Canto.

-Carlos Fraga, Kazê-

Rita é uma daquelas pessoas, que mesmo que você acabe de conhecer, tem certeza que encontrou um anjo, uma amiga para sempre.

Eu a conheci através de um amigo, que me indicou como professora de pintura. Não tinha só uma professora, uma amiga, uma mãe, que além de me dar aulas, me dava conselhos para a vida.
Me dava broncas merecidas, quando achava que eu merecia.
O que achava um barato, é que quase sempre que vinha me dar aula, fazia alguma comidinha gostosa para gente, ou doce ou salgada, mas sempre com muito carinho.
Normalmente chegava na minha casa umas 7 horas da noite, vindo de vários outros lugares, alunos, e mesmo assim sem pressa de sair.
Dava aula para várias pessoas que não podiam pagar e, sem cobrar nada, sem se importar com a distância, quantos ônibus tem que pegar, apenas com o objetivo de ajudar.
Tem muitos problemas pessoais, mas jamais deixou de ser essa pessoa maravilhosa,  sempre pensando muito mais no próximo do que nela.
Agradeço a Deus por ter me dado a oportunidade de conhecê-la, de ser seu amigo!


segunda-feira, 24 de dezembro de 2018

...Mais um ano demonstrando evolução e arte, Thiago Ribeiro Santos...


 Em 1995 sofri um acidente, ao atravessar uma rua por trás de um ônibus, fui pego por um motorista que não tinha visão completa. Ao ser atropelado fui jogado em cima de um paralelepípedo, meio-fio, em BH, ficando tetraplégico, após uma lesão na segunda vértebra cervical.


Uma batalha se iniciava, buscando a vida. Um ano e quatro meses passei morando em hospitais na cidade onde sofri o acidente. Reaprendendo a viver e cuidar de mim.
Aprender na prática o que significa superação não foi fácil.
Ver e crescer com estas impossibilidades trouxe grandes lições.
Como amar e realmente me importar com as pessoas ao meu redor.
Em 2005, pude realizar um grande sonho: escrever meu primeiro livro, Esperança sem Fim, no qual conto minhas experiências e como foi a vida até aqui, a forma que aprendi a ver o mundo, a forma que aprendi a interagir com ele.

Grandes coisas vieram a partir disso, saber que tudo era possível, saber que a vida continua e desistir jamais.
Hoje, como escritor e artista plástico, graças a um amigo que muito me ajudou a realizar este sonho, venho construindo um pouco do que sou e que quero ser.
Sempre haverá lutas, o mundo dirá que não, mas para aquele que continua tendo esperança e vontade de lutar, até mesmo as grandes tempestades tornam-se leves brisas.
Só a vontade nos faz continuar, superando limites, transformando desafios em sonhos, transcendendo a realidade e fazendo de um sorriso uma oração.




Todos os direitos estão reservados à Associação de Pintores com a Boca e os Pés.

Apresentações deste artista em Exposições anteriores:
1º Ano: http://espelhodaseras.blogspot.com.br/2015/12/hoje-encerramos-exposicao-de-natal.html
2º Ano: http://espelhodaseras.blogspot.com.br/2016/12/pintor-tetraplegico-se-supera-no-5-dia.html
3º ano: http://espelhodaseras.blogspot.com/2017/12/artista-com-boca-no-encerramento-da-3.html

domingo, 23 de dezembro de 2018

...Goret Chagas impressiona a todos em mais um ano de exposição...


Arara Vermelha
Acrílica sobre Tela - 50x70
R$2500
Araras Azuis
Acrílica sobre Tela - 50x70
R$2500
 Cores, expressão de vida, admirar e deleitar-se em um rico mundo onde as expressões tornam-se asas e luz, Goret Chagas, artista e exemplo.


Tudo começou em Delfinópolis, 1951, nasci tetraplégica.
Minha infância? Eu ficava sentada em cima do balcão desenhando com os pés.
Minha cidade? É pequena, acolhedora, turística, era festa do Divino Espírito Santo.
Tenho cinco anos, sinto febre e terríveis dores nas pernas que não movimentam, digo que vou andar ou morrer.
Último dia de festa, sou proibida de sair, mas quero e vou à procissão.
Nos braços de alguém, peço para descer, grito novamente, assusto e vou para o chão, começo a andar, dou os primeiros passos de minha vida!
A vontade de uma criança aliou - se à ilimitada intervenção divina!
Os anos passam, a arte de viver alicerçada em Deus cria meios de sobrevivência,  descobre dons, persiste, luta e vence.
Hoje?
Continuo com os membros superiores atróficos, sou artista plástica, pertenço à Associação dos Pintores com a Boca e os Pés com obras premiadas e reproduzidas, medalhas e troféus no Brasil e exterior.
Expus e pintei no Carroussel du Louvre, fui homenageada, em Paris com o  Título de Grande Embaixadora pela Divine Academie Francaise em 2016 e 2018
Sou graduada em Letras, Educação Artística e Semiótica.

Escritora, atuo como palestrante motivacional.

Luz Surreal
Mista sobre painel - 60x70
R$2000


Participações desta artista em Exposições anteriores:
1º ano: https://espelhodaseras.blogspot.com/2015/12/sexto-dia-da-exposicao-de-presente-de.html
2º ano: https://espelhodaseras.blogspot.com/2016/12/no-3-dia-da-exposicao-virtual-anual-de.html

Todos os direitos autorais são reservados para a Associação de Pintores com a Boca e os Pés (http://www.apbp.com.br/)

sábado, 22 de dezembro de 2018

...Leandro de Oliveira, mais que um grande artista, exemplo de sonhador...

Adicionar legenda
 Mais uma história de sucesso e superação, na qual um sonho torna-se alicerce para viver.

Leandro Camargo de Oliveira ( Lê Pingo ), sou de Itapetininga-SP, nasci em 25 de maio de 1980.
Sofri um acidente de trânsito em 06 de fevereiro de 2000, estava de moto e um carro entrou na contra-mão e me acertou, quebrei o pescoço e tive uma lesão completa na medula, ficando tetraplégico.
A pintura começou em minha vida depois de procurar alguns professores de pintura, e quando sabiam que eu era tetraplégico davam uma desculpa para não darem aula.
Tomei isso como incentivo e comecei a pintar em guardanapos, seguidamente passando para as telas. Em fevereiro de 2014, comecei a pintar com a boca, a fim de conseguir realizar um sonho e entrar na APBP (Associação de Pintores Boca e Pés). Depois de algumas telas pintadas, entrei em contato com a Luciana da APBP, que marcou um dia e veio em minha casa onde viu meus trabalhos. Enviou todos os documentos e algumas telas para a sede da APBP na Suíça e seis meses depois recebi uma carta dizendo que tinha sido aceito na Associação. Desde então, pinto todos os dias a fim de melhorar e um dia pintar como sonho.
Gostaria de deixar meus agradecimentos a minha Família e as todas as pessoas que me ajudaram e incentivaram a pintar, meu muito obrigado!
Em especial a minha mãe Neusa e meu pai Jonas, sem eles eu não seria nada, AMO VOCÊS!
Nunca desistam da vida, ela pode sempre nos surpreender.
Obrigado pela oportunidade de expor alguns dos meus trabalhos.
Se alguém se interessar e quiser saber um pouco mais sobre mim, só acessar meu Facebook ou enviar mensagem no meu e-mail.

Participações em Exposições anteriores:

3º ano: https://espelhodaseras.blogspot.com/2017/12/apresento-lhes-leandro-camargo-de.html

Todos os direitos autorais são reservados para a Associação de Pintores com a Boca e os Pés (http://www.apbp.com.br/)

sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

...Acompanhem a grande inspiração de Jefferson Maia, no terceiro dia de Exposição Virtual...

Contratorpedeiro Pará
Acrílica sobre Tela - 40x50



Personalidade e talento, um brinde à arte, conheçam Jefferson Maia.

Girassóis
Acrílica sobre Tela - 40x50
Jefferson Maia, nascido no Rio de Janeiro em abril de 1964; ex-profissional do mergulho profundo na Bacia de Campos, tornou-se tetraplégico aos 23 anos por acidente; após a reabilitação física foi atleta em algumas modalidades do paradesporto culminando capitão da primeira Seleção Brasileira de Rugby em Cadeira de Rodas (2008).

Hoje, é Pedagogo e Artista Plástico, atuante na carreira, desde 2009, adaptado com a tetraplegia e limitação nas mãos pintando com a boca, bolsista exclusivo da Associação Pintores com a Boca e os Pés (www.APBP.com.br) com obras mundialmente reproduzidas bem como diversas atuações em mídia, apresentação de pintura ao vivo, exposições em galerias, salões e concursos; atuando ainda como Palestrante Facilitador Motivacional e Coordenador de Oficinas de Arte Inclusiva.
Tiro com Arco Paralímpico - 40x70
Ilhas Gregas - 50x40
Acrílica sobre Tela

Resultados: § Iº Troféu Beija-Flor – RIOVOLUNTÁRIO, Dez 1997; § Condução Tocha Parapanamericana 2007; § Moção de Congratulações Câmara de Mesquita, Abr 2010 ; § Moção de Congratulações Câmara Federal dos Deputados, Fev 2013; § Moção de Congratulações Câmara Municipal do Rio de Janeiro Jun 2015; § Medalha da Vida Operação Lei Seca – Alerj 2014; § Condução da Tocha Olímpica Jogos Rio 2016; E, além das premiações desportivas, hoje, de notoriedade artística com Menções Honrosas, Certificados, Medalhas e Troféus em salões de artes.

Por isso, na arte tento sintetizar meu olhar e percepção pelo que considero belo, aprendendo e aprimorando técnicas, literalmente viajando no mundo das cores e formas, me realizando nos resultados e, cada vez mais me perder no tempo me sentindo capaz!

·       Todos podem ter um lugar ao sol! O sentido de Inclusão permeia em como podemos nos sentir em harmonia com o meio comum, ou seja, simplesmente viver fazendo parte do todo; assim como uma das cores que compõem um belo quadro, pelo que se vê no que sente e como se define.

Participações em Exposições anteriores:
1º ano: https://espelhodaseras.blogspot.com/2015/12/terceiro-dia-de-exposicao-dos-pintores.html
3º ano: https://espelhodaseras.blogspot.com/2017/12/as-cores-que-ressaltam-no-olhar-de.html

Todos os direitos autorais são reservados para a Associação de Pintores com a Boca e os Pés (http://www.apbp.com.br/)

quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

...Mais que um grande artista, Carlos Fraga nos impressiona a cada ano que participa da Exposição Virtual...

Carlos Fraga

Uma pessoa normal, que adorava esportes, alpinismo (tendo escalado o Dedo de Deus, Pão de Açúcar), caça submarina, karatê, futebol, surf, etc.
Trabalhava desde os 14 anos, e com 18 anos sofreu um acidente que o deixou tetraplégico.

Pintor com a boca da “Associação de Pintores com a Boca e os Pés (APBP)”

Iniciei a pintura em 2008 por meio de um amigo que já fazia parte da APBP. O processo de seleção para participar como bolsista da APBP levou cerca de um ano, com a criação de algumas pinturas que foram analisadas e aprovadas. Diante desta perspectiva, comecei a investir mais no aprendizado de pintura com diferentes professores particulares, e também em grandes instituições como a Rede Sarah e a Escola de Belas Artes da UFRJ.
Após o estudo e conhecimento da obra de vários pintores modernos e clássicos, hoje me identifico com as referências contemporâneas de pintura hiperrealista, como o pintor mexicano Omar Ortiz.
Atualmente o meu tema de interesse é a sensualidade feminina expressa em suas várias nuances de cenas cotidianas.
Após nove anos de aprendizado e produção artística, a pintura tornou-se a minha profissão e meu refúgio, proporcionando-me momentos de grande prazer.





Participações desde artista nas Exposições Virtuais de anos anteriores:

1º ano: http://espelhodaseras.blogspot.com.br/2015/12/com-sua-arte-kaze-impressiona-quarto.html
3º ano: https://espelhodaseras.blogspot.com/2017/12/e-sempre-uma-honra-receber-nosso-grande.html

Todos os direitos autorais são reservados para a Associação de Pintores com a Boca e os Pés (http://www.apbp.com.br/)

quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

...4ª Edição da Exposição Virtual - Com vocês, Daniela Caburro...




 Corajosa, guerreira, talentosa. Todos estes atributos, embora verdadeiros, tornam-se pequenos diante de sua pessoa e arte. Apresento-lhes Daniela Caburro.



Daniela Caburro artista plástica (pintura com a boca), natural de São Carlos SP,  integrante 
da Associação dos Pintores com a boca e os pés (sede na Suíça). Com muita dedicação elabora seus trabalhos desde de 1994, gosta de diversos temas em especial os cavalos. Em cada pincelada transporta-se para dentro de suas obras buscando as vivencias e movimentos que nunca teve. 

Através da APBP tem suas obras reproduzidas em cartões, calendários no Brasil e exterior. Além da pintura Daniela realiza palestras motivacionais e oficinas de pintura.


Prêmios:

- Título de ''CIDADÃ BENEMÉRITA'' de SÃO CARLOS – SP - Iniciativa - Vereador Roberto Mori Roda e ajuda do amigo Bráulio Ferreira - 13 de Junho de 2008

 - Menção Honrosa com a obra "O Menino" – São Carlos - 1998

- Diploma de Participação com a obra "Sítio" - 1º Salão de Artes Plásticas Conde do Pinhal - São Carlos 1998
- Medalha de Prata com as obras "Cristo RJ" e "Rugby em cadeira de rodas"  - Salão Rio Olímpico e Paralímpico - Rio de Janeiro 09/06/2016 



Livro:


Menina de Arte

Escritora: Hebe Rios do Carmo

Ano de publicação: 2011
Edição: Primeira
Páginas: 157
O livro Menina de Arte, da jornalista Hebe Rios do Carmo, é a biografia da artista plástica de São Carlos                    
Daniela Caburro.


Contato:

 

Tel:  ( 16) 33071497

Cel:  (16) 992163357 

Todos os direitos autorais são reservados à Associação dos Pintores com a Boca e os Pés



Participações em exposições anteriores:
2º ano: http://espelhodaseras.blogspot.com/2016/12/com-sua-arte-daniela-pintora-com-boca.html
3º ano: https://espelhodaseras.blogspot.com/2017/12/como-descrever-uma-obra-perfeita.html


terça-feira, 18 de dezembro de 2018

...Abertura da 4ª Exposição Virtual...

Banner da coleção de Thiago Ribeiro Santos

Um bem-vindo à todos ao quarto ano da Exposição Virtual. Nos empenhamos em trazer belas histórias de superação além de obras produzidas com a boca e os pés.
Contando com a colaboração de artistas da APBP, da qual sou bolsista, demonstramos a arte de viver as cores de um futuro que às vezes é construída através de grandes batalhas e lágrimas.
Honrado, apresento nos próximos dias mais que arte, vidas que brilham transcendendo limites, transformando dores em sonhos.
Bem-vindos à Exposição Virtual de 2018!

domingo, 24 de dezembro de 2017

...Artista com a Boca no encerramento da 3ª Edição Exposição Virtual...

Mistério dos Olhos de Jade
Acrílica sobre Tela - 30x40
O Galo Português
Acrílica sobre Tela - 30x25 
Natal, Doce Natal
Acrílico sobre Tela - 30x25
 Encontrei na pintura a liberdade para voar, realizando meus sonhos, ouso ser mais do que sou. Em 1995 fui atropelado, tendo como sequela a tetraplegia. Graças ao meu melhor amigo, descobri a APBP em minha vida e, desde então, venho me esforçando para ser um profissional cada vez melhor.
Aprendendo com cada pintor aqui exposto, compreendo que formamos uma família, onde todos tentam colaborar e dividir suas conquistas.

Mas, ainda há muito o que fazer, há muito que sonhar, desde já, agradeço a todos e viva mais um ano da exposição digital.

Caso queiram saber mais sobre este artista, visite as Exposições anteriores:
2º Ano: http://espelhodaseras.blogspot.com.br/2016/12/pintor-tetraplegico-se-supera-no-5-dia.html
1º Ano: http://espelhodaseras.blogspot.com.br/2015/12/hoje-encerramos-exposicao-de-natal.html

Todos os direitos autorais são reservados para a Associação de Pintores com a Boca e os Pés (http://www.apbp.com.br/)

sábado, 23 de dezembro de 2017

...Apresento-lhes Leandro Camargo de Oliveira, nosso querido Lê Pingo...



















Um grande artista que prova em suas obras o valor e a paixão a cada pincelada, conheça sua história.

Meu nome: Leandro Camargo de Oliveira ( Lê Pingo ), sou de Itapetininga-SP, nasci em 25 de maio de 1980.
Sofri um acidente de trânsito em 06 de fevereiro de 2000, estava de moto e um carro entrou na contra mão e me acertou, quebrei o pescoço e tive lesão uma na medula completa, ficando tetraplégico.
A pintura começou em minha vida depois de ter procurado alguns professores de pintura e quando sabiam que eu era tetraplégico davam uma desculpa para não darem aula.
Tomei isso como incentivo e comecei a pintar em guardanapos, em segui passei para tela. Em fevereiro de 2014, comecei a pintar com a boca a fim de conseguir realizar um sonho e entrar na APB (Associação de Pintores Boca e Pés). Depois de algumas telas pintadas entrei em contato com a Luciana da APBP, e a mesma marcou um dia e veio em minha casa, onde viu meus trabalhos, e com todos os documentos e algumas telas, enviou para sede da APBP  na Suíça seis meses depois recebi uma carta dizendo que tinha sido aceito na Associação, desde então pinto todos os dias a fim de melhorar e um dia pintar como sonho.
Gostaria de deixar meus agradecimentos a minha Família e as todas as pessoas que me ajudaram e incentivaram a pintar, meu muito obrigado!
Em especial a minha mãe Neusa e pai Jonas, sem eles eu não seria nada, AMO VOCÊS!
Nunca desistam da vida, ela pode sempre nos surpreender.
Obrigado pela oportunidade de expor alguns dos meus trabalhos.
Se alguém se interessar e quiser saber um pouco mais sobre mim, só acessar  meu Facebook ou enviar mensagem no meu e-mail.


Todos os direitos autorais são reservados para a Associação de Pintores com a Boca e os Pés (http://www.apbp.com.br/)

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

...As cores que ressaltam no olhar de Jefferson Maia...

Belezas e Cores
Acrílica em Painel - 40x70

Composição Viva
Acrílica sobre Tela - 40x70
 A arte fala por si, com cores vibrantes e um estilo próprio, Jefferson Maia encanta os olhos de quem vê, conheça um pouco de sua história e contemplem sua arte.
Vôo sobre a floresta
Acrílica sobre Tela - 40x50

Jefferson Maia, 53, natural do Rio de Janeiro, RJ; Pedagogo e Artista Plástico; ex-profissional do mergulho profundo na Bacia de Campos, aposentado com lesão física, tetraplegia, aos 23 anos por acidentes.
- Na etapa inicial de vida como tetraplégico, das sequelas físicas e o processo de reabilitação, o ingresso como atleta no paradesporto com medalhas em: Natação e Rugby em Cadeira de Rodas - pioneiro da modalidade no Brasil –, ex-Presidente/atleta do Rio Quad Rugby Clube, e ainda capitão da 1ª seleção Brasileira na Colômbia em 2008 e Troféu de Melhor Atleta Defensor no campeonato brasileiro de 2009; - Títulos nas Desportivas Adaptadas da Confederação Brasileira de Pesca CBPDS/Clube Barracuda; e recreativas de Bocha e Mergulho.
Atuante na carreira artística, desde 2009, adaptado com a tetraplegia e limitação nas mãos pintando com a boca - de forma autodidata e cursos, trocando conhecimento em óleo e acrílica.
* Pintor artístico bolsista exclusivo: "Pintores com a Boca e os Pés - APBP" www.apbp.com.br  / VDMFK www.vdmfk.com - obras mundialmente reproduzidas em calendários, cartões etc - atuação em matérias de mídia, apresentação ao vivo, exposições e concursos.

O artista disponibilizou seus contatos para o site: 
jeffersonmaia@gmail.com - zap/cels 21 980230031/999181807 - Blog pessoal e de trabalho:www.inclusivas.com

Participações antigas deste artista:
1ª Exposição Virtual - http://espelhodaseras.blogspot.com.br/2015/12/terceiro-dia-de-exposicao-dos-pintores.html

Todos os direitos autorais são reservados para a Associação de Pintores com a Boca e os Pés (http://www.apbp.com.br/)

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

...Impressionantes obras de arte que nosso grande amigo, Márcio Alcântara, pôde trazer ao mundo...

Cabana de Pesca
Óleo sobre Tela - 30x40

Pássaro Azul
Óleo sobre Tela - 30x40


Tarde Fria
Óleo sobre Tela - 30x40
Contando sua própria história, Márcio Alcântara emociona pelo coração e pela arte.

Histórico na pintura com a Boca

Sou Márcio Alcântara, nascido no ano de 1971 na Cidade de Campina Grande /  Paraíba – PB.

Em 1993 sofri um acidente de “Transito” e acabei ficando Tetraplégico sem nenhum movimento do corpo.

Durante anos vivi preso ao meu corpo sem movimentos, sem nenhuma expectativa de vida, ate que em 2013 um amigo chamado Jefferson Maia, e que também é Tetraplégico e Artista Plástico (Exclusivo da APBP) Associação dos pintores com a boca e os pés, me convidou para ir a uma exposição coletiva da APBP no Iate Clube da Urca, no Rio de Janeiro/ RJ


Sempre fui apaixonado por pintura em tela desde criança, e com tantas limitações nunca acreditei que um dia eu tomasse o gosto de querer aprender a pintar quadros e muito menos com a boca.


Passei acreditar em mim mesmo, e que eu iria tentar pintar um quadro ate conseguir.
Tudo mudou em mim, com esse desejo comprei alguns materiais de pintura pela internet e em 2013 comecei treinando como aprendizado na arte, na pintura com a boca. Desde então, tenho me surpreendido muito comigo mesmo; é muito bom essa auto descoberta, pois, acreditando mais em mim, sei que posso e preciso aprender muito mais com a pintura.

Quero estudar e me aprofundar muito mais na pintura e crescer com isso, me fortalecendo como pessoa. Pois quando estou pintando, percebo uma sensação de que o meu mundo difícil como tetraplégico vai se desligando de todo sentimento de dor, preconceito, luta difícil do dia-a-dia para manter-me com saúde e ganhando leveza colorida. Com isso, cada vez mais vejo possibilidades surgirem nos meus sonhos de vida.

Em janeiro de 2015 já com algumas exposições e entrevistas em meu currículo, tive a oportunidade de ser avaliado por uma representante da APBP e de enviar 6 (seis) obras minhas para (VDMFK) Associação de pintores de boca e pé artistas do mundo, para serem avaliadas e reconhecidas como pintada somente com a boca.

Em novembro de 2015 fui aprovado na VDMFK E em 01 de Março de 2016 passei a ser oficialmente bolsista e pintor exclusivo da APBP.


Com esse reconhecimento de se tornar artista plástico internacional, fui aprimorando minhas técnicas a Óleo e Acrílica.

Veja participações anteriores deste artista na Exposição Virtual:
2ª Exposição Virtual: http://espelhodaseras.blogspot.com.br/2016/12/um-grande-artista-apresenta-se-no-4-dia.html

Todos os direitos autorais são reservados para a Associação de Pintores com a Boca e os Pés (http://www.apbp.com.br/)

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

...Ado, liberdade e emoção, um grande pintor que apresentamos neste dia...

Bucólica Ilha de Paquetá
Acrílica sobre Tela - 40x50

 Quando olho para esses quadros, mirando o horizonte, posso ver a paz e o reflexo da alma do artista, como homem transmite serenidade, como artista a força e a fé. Apresento Eduardo Moreira de Melo, Ado.
Dois Irmãos
Acrílica sobre Tela - 40x50


Quinta da Boa Vista
Acrílica sobre Tela - 30x40
Nome artístico ADO (Eduardo Moreira de Melo), eu sou morador da Cidade do Rio de Janeiro, fiquei tetraplégico aos 31 anos, devido a um assalto em meu veículo, do qual fui vítima de um disparo por arma de fogo, que atingiu na altura da 5ª cervical em 10 de Maio de 2003. Com isso, tive sérias complicações nos pulmões, e até hoje é necessário tratamento respiratório.
Em 2005, fui para uma instituição de fisioterapia, aonde tive a oportunidade de me reabilitar com alguns movimentos para o dia a dia, aprendendo a me integrar na sociedade novamente.
A pintura entrou em minha vida como terapia para aliviar as dores, e logo se tornou um motivo de transformação, que me ensinou muito, com tantos motivos para continuar a viver.
Com muita expectativa enviei sete telas para VDMFK na Suíça depois de um ano tive a noticia que fui aprovado, hoje sou bolsista da Associação dos Pintores com a Boca e Pés. (APBP). Aonde tenho compromisso de enviar telas com a minha pintura para VDMFK Suíça.
Hoje participo de Exposições com premiações como:
Museu Nacional Belas Artes (MNBA).
Sociedade Brasileira de Belas Artes (SBBA).
Centro Cultural Universidade Unisuam (CCULT).
Museu Naval.
   
Programas e Emissoras:
TV Brasil, Rede Record, CNT, NOVO TEMPO.
Canal de You tube Eduardo Moreira de Melo Ado.
Livros, Revistas e jornais:
Livro: O Renascer da PHOENIX nos 105 anos de Artes SBBA.
Revistas: VDMFK, FIEL, ALIANÇA.
Jornal: Jornal Sem Fronteira
Palestras:
Palestras: Parque Madureira, IBRM, Casa de Reinserção Lucinha Araújo, Clinica da Família e outras.
Contatos:
Blog: ado-artes.blogspot.com
Canal de You Tube: Eduardo Moreira de Melo Ado
Tels: + 55 21 2560-6098 + 55 21 98636-2545
Todos os direitos autorais são reservados para a Associação de Pintores com a Boca e os Pés (http://www.apbp.com.br/)

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

...É sempre uma honra receber nosso grande amigo Carlos Fraga...

Alecrim no azeite
Mista sobre Tela - 40x50

 Da imaginação às telas, das telas aos sonhos, assim vive um artista plástico, assim reflete a arte de nosso grande amigo, Kazê Fraga.

Iniciei a pintura em 2008 por meio de um amigo que já fazia parte da APBP. O processo de seleção para participar como bolsista da APBP levou cerca de um ano, com a criação de algumas pinturas que foram analisadas e aprovadas. Diante desta perspectiva, comecei a investir mais no aprendizado de pintura com diferentes professores particulares, e também em grandes instituições como a Rede Sarah e a Escola de Belas Artes da UFRJ.
Copacabana 1915
Acrílica sobre tela - 40x60
Após o estudo e conhecimento da obra de vários pintores modernos e clássicos, hoje me identifico com as referências contemporâneas de pintura hiperrealista, como o pintor mexicano Omar Ortiz.
Atualmente o meu tema de interesse é a sensualidade feminina expressa em suas várias nuances de cenas cotidianas.
Pureza
Mista sobre Tela - 50x60

Após nove anos de aprendizado e produção artística, a pintura tornou-se a minha profissão e meu refúgio, proporcionando-me momentos de grande prazer.







Participações desde artista nas Exposições Virtuais de anos anteriores:
1º Exposição Virtual - http://espelhodaseras.blogspot.com.br/2015/12/com-sua-arte-kaze-impressiona-quarto.html



Todos os direitos autorais são reservados para a Associação de Pintores com a Boca e os Pés (http://www.apbp.com.br/)

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

...Como descrever uma obra perfeita, Daniela Caburro, ela facilmente descreve em suas artes...


Mãe Amamentando
Óleo sobre Tela - 40x50
Quando volto para ver as obras dos artistas que participaram das versões anteriores e até imagino as edições futuras da Exposição Virtual, sempre me emociono com os quadros da Dani.

 Daniela Caburro, artista plástica (pintura com a boca), natural de São Carlos SP, integrante da Associação dos Pintores com a boca e os pés (sede na Suíça). Vem elaborando seus trabalhos  desde de 1994, gosta de diversos temas, em especial os cavalos. Em cada pincelada transporta-se para dentro de suas obras, buscando as vivências e movimentos que nunca teve. 
Através da APBP, tem suas obras reproduzidas em cartões, calendários no Brasil e exterior. Além da pintura, Daniela realiza palestras motivacionais, oficinas de pintura, atua como atriz na peça de teatro Menina de arte (adaptação do livro/biografia da artista).
Contatos:
www.danielacaburro.com.br
dani@danielacaburro.com.br 
16 992163357 (
WhatsApp)
Cavalos
Óleo sobre Tela - 50x60






Tigres
Óleo sobre Tela - 50x70

Observação: A tela “Cavalos” ficou na

Associação dos Pintores com a Boca e os Pés (Suíça) para ser
fotografada/catalogada e, possivelmente, ser reproduzida em cartões e calendários...Voltou para o Brasil há pouco tempo.

Veja participações anteriores deste artista na Exposição Virtual:
2ª Exposição Virtual: https://espelhodaseras.blogspot.com.br/2016/12/com-sua-arte-daniela-pintora-com-boca.html

Todos os direitos autorais são reservados para a Associação de Pintores com a Boca e os Pés (http://www.apbp.com.br/)