segunda-feira, 15 de junho de 2015

...Mariache...

Diante da fogueira sinto o arder das chamas
O envolver do calor
A dança entre laranja e o vermelho, vermelho e laranja hipnotiza, distrai um corpo cansado
E a cada estalo, lembranças de um passado distante
Fecho os olhos e viajo nos acordes do violão
Apenas o fogo eu a compor
Sua luz afastando a escuridão
Meus sons acompanhando a beleza do luar
Como plateia apenas os vagalumes e meu cavalo

A varar mais um anoitecer e tocar até o dia amanhecer

segunda-feira, 8 de junho de 2015

...Filho do Sol, Lar entre as Estrelas...

Mais uma vez me levanto contra a dor
Um amante da vida, defensor do meu caminho
Um filho do sol
Transcendendo o desespero
Em busca da luz
De um novo dia
Não desistirei
Me transformarei mil vezes se assim for preciso
Tendo minhas lagrimas como lembranças de batalhas vencidas
Seguirei
Atravessando o fogo
Com a esperança que escutem minha voz
E mesmo em meio a escuridão
Não temerei
Pois mais densa já foste esta floresta
E mais alto os obstáculos
Nada me impede de voar
E como quem sou, olharei somente para frente
A espera que todas as estrelas se lancem do céu
Tornando-se um lar, meu lar

segunda-feira, 25 de maio de 2015

...Magia...

Em volta da fogueira passos, laços, cores, amores
Ao som de sinos, encantos são declamados ao luar
Magia e mistério, canções, corações
Dança a cigana embalada pelo frio da terra
Sua face aquece ao dourar do fogo
Inspirando o frescor do ar
Seguida pelo balé das flores
Iluminada ao sereno prateando a pele
Colorindo a noite
Um sortilégio
Um dom
O guiar da vida

Prazer em sonhar