segunda-feira, 18 de abril de 2022

...Luz de um Milagre...

 Sempre À Espera de Um Milagre continuo

Vejo o impossível se realizar

Nas letras e nas cores encontro minha liberdade



segunda-feira, 28 de março de 2022

...Elementos que se Enfurecem...

Que abra os céus, das estrelas à luz, a iluminar e refletir o mais belo brilho do olhar que lanço a observar

Que a Terra pare, contemplando a imensidão das vidas que agora nascem, das vidas que se vão

O mundo é agora assim, o tempo e a época que beiram ao fim.

Que se abra as águas, nas marés ondas a bailar, lançando o azul que se mistura ao branco e me faz admirar o quão imenso e nada doce se tornou a fúria deste mar

Que abra o fogo se fazendo presente, fazendo-se ascendente e cadente, queimando a tudo que toca, como se pra ele não mais importa se a vida quer existir ou se lágrimas irão sucumbir

Os elementos continuam em fúria, trazendo tormentas e varrendo o caos das tempestades humanas

E as vezes me pergunto, será que continuaremos a existir? Lutar por sonhos e sorrir?

Ou apenas aguardaremos o tempo? Pois se até aqui viemos, chegaremos ou largaremos?

O que diz seu coração, lutará em meio a angústia e a aflição? Ou pedirá paz a caminho da redenção?


segunda-feira, 14 de março de 2022

...Aula de Desenho - Desenhando com o Thii...


Mais um desenho, mais uma pintura, que com a ajuda de Deus, cada vez ficará melhor. Agradeço a todos e a oportunidade à APBP!

Veja mais artistas da APBP: https://www.apbp.com.br/


Resultado final, pronto para pintar!


segunda-feira, 7 de março de 2022

...Altas Aventuras...

Sentado neste banco de praça vejo crianças a brincar

Em meio a balões vermelhos e azuis, uma figura misteriosa em preto e branco sobe escadas imaginárias

E as carrocinhas oferecem guloseimas distribuindo gargalhadas

A aventura não para, pois mesmo sendo levada pela idade, a juventude permanece em mim

Cães passam, e pintores colorem o mundo

O tempo é assim, maravilhoso e cruel, trazendo ao meu olhar a felicidade de observar

Quem me dera outrora, onde não via o mundo cor de rosa e só pensava em andar com sapatos sociais, tivesse a consciência de parar só para admirar a bailarina treinando seus passos no compasso perto a este banco, que agora repouso e descubro o valor da vida

Mas é claro que ainda sonho! O futuro é para todos, não é mesmo?

Então vivo e me divirto, hora ofertando migalhas de pão às aves

E em outras horas ouvindo a melodia do caminhão de sorvete

E mesmo que o ritmo diminua, jamais deixarei a música parar, pois vivo a maior das aventuras, o doce olhar, a visão do amar.



segunda-feira, 28 de fevereiro de 2022

...Lamentável...


As horas se passam e ao cair da noite volto a lamentar a solidão

Os segundos parecem horas e as horas, anos

E nesse gélido branco no teto do meu quarto

Vejo as lembranças se tornarem cinzas, e o sorriso de outrora se esvair

Entrelaçado as cobertas, sinto frio e ouço a chuva

Agarrado aos travesseiros busco incessantemente o sono que não vem

Ouvindo apenas o tic tac de um grande relógio negro que ressoa ao longo do corredor

Na escuridão não posso ver, mas mesmo assim deslumbro imagens passadas

Momentos que me faziam feliz, momentos outrora perdidos

Lamentável, neste mundo de sombras não possuo um lugar

Lamentável, neste mundo de trevas ao menos consigo chorar

Sigo solitário mas agora sem buscar algo para amar

Apenas sigo solitário

Apenas sigo.

 

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2022

...A Resposta...

Esta é a primeira parte do vídeo, onde pinto um quadro para um amigo.



Esta é a segunda parte e conclusão do quadro que fiz para um amigo. Espero que curtam!

Me esforçando em mais uma obra, fazendo do impossível, possível!